Quarta, 09 Outubro 2019 15:59

Servidores do Iteraima são atendidos pelo PCS

Na sua 22ª ação, o Programa Cuidando do Servidor chega a agentes públicos do Instituto de Terras e Colonização do Estado de Roraima (Iteraima). Na sua 22ª ação, o Programa Cuidando do Servidor chega a agentes públicos do Instituto de Terras e Colonização do Estado de Roraima (Iteraima). Ascom/Segad

Na sua 22ª ação, o Programa Cuidando do Servidor chega a agentes públicos do Instituto de Terras e Colonização do Estado de Roraima (Iteraima).
Os serviços oferecidos na ação são: vacinas, teste de glicemia, aferição de pressão e solicitação do cartão do servidor. Também é disponibilizado um médico para acompanhar e/ou encaminhar o servidor que apresentar alterações em seus exames preliminares. “Estamos confiantes de que a disponibilidade dos parceiros e o desempenho dos servidores envolvidos no Programa, resultam na acolhida das ações em todas as secretarias visitadas”, disse Pedro Cerino, secretário de Administração.
Entre os parceiros está o Procon Estadual, que oferece orientação consumerista e atende reclamações de abusos referentes aos direitos do consumidor. “Quando falamos de bem-estar do servidor temos que avaliar que são vários pilares. Um deles é a questão financeira. Assim, a parceria permite um acesso facilitado dos servidores a órgãos como Procon e Ouvidoria” disse Elísia Martins, diretora da Escola de Governo.
O coordenador do Procon Estadual, Lindomar Coutinho, afirmou que a parceria ajuda o servidor, primeiro de forma educativa, na orientação sobre os riscos do consumo abusivo e também, em parceria com o Ministério Público do Estado, por meio da Promotoria de Defesa do Consumidor, em ações mais incisivas, como a liberação de CPFs com restrição, quando comprovado que o consumidor foi de alguma forma lesado no contrato seja de serviços e/ou aquisição de produtos.
Outra parceria importante ao servidor público estadual é com a Ouvidoria Estadual. É por meio da ouvidoria que o usuário dos serviços públicos e, também os agentes públicos podem sugerir, reclamar e denunciar atitudes inadequadas aos prestadores de serviços públicos. Mas, enquanto ferramenta de gestão, “as ouvidorias também podem acolher elogios e relatos de incentivos aos servidores e instituições” disse a representante da Ouvidoria Estadual, Luara Figueiredo, ao lembrar da posição de neutralidade que o órgão exerce no exercício da função.

Palestra - Amanhã, às 9h, na sede do Iteraima acontecerá a palestra “Inteligência Financeira”, ministrada pelo promotor de Defesa do Consumidor, Adriano Ávila, que tem por finalidade conscientizar os servidores sobre o risco de superendividamento.